sábado, 18 de novembro de 2017

Rioja acima de 15 anos

Na última 5ª feira, dia 16 de novembro, realizamos no Varanda  mais uma excelente degustação, desta vez de vinhos tintos da região de Rioja, na Espanha, com mais de 15 anos, com a presença de 7 confrades. Foram degustados 7 vinhos, de safras antigas, sendo que quatro deles tinham “apenas”15 anos (1994, 2001 e 2002), O nosso confrade Otávio foi o responsável pelo excelente menu da noite.

Couvert: Pães caseiros diversos, pão de queijo, manteiga, patê, mussarela de búfala, azeitona preta e bresaola

Entrada: Linguiça aperitivo

Prato Principal: Dois cortes de carne bovina “Premium”

Guarnições – Arroz Biro-Biro e Farofa Varanda

Sobremesa: Pudim de Leite, Creme de papaya ou Frutas da estação

A degustação contou com sete vinhos com níveis de alcool variando entre 13% e 13,5%.


A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Sonsierra 2002
Produtor: Bodegas Sonsiera
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: Paulo

Sonsierra 2002
Produtor: Bodegas Sonsiera
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: João Luiz

Tondonia Reserva 2002
Produtor: Vina Tondonia
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: 75% Tempranillo/15% Garnacha/10% Graciano
Confrade: Joubert

Faustino I Gran Reserva 2001
Produtor: Bodegas Faustino
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 86% Tempranillom 5% Mazuelo, 9% Graciano
Confrade: Marcio

Montecillo Gran Reserva 1994
Produtor: Bodegas Montecillo
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: Calabro

Vina Ardanza Reserva Especial 2001
Produtor: Vina Ardanza
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 80% Tempranillo, 20% Garnacha
Confrade: Alessandro

Tondonia Reserva 2002
Produtor: Vina Tondonia
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: 75% Tempranillo/15% Garnacha/10% Graciano
Confrade: Altman

Vinhos degustados


Os vinhos apresentaram cor rubi com um halo granada e apenas um deles um rubi ainda sem muito halo, apesar da idade. Os aromas predominantes foram frutas vermelhas escuras, incluindo cereja e framboesa, madeira, tabaco, café, sendo que apenas um deles apresentou um aroma de muita evolução, já um pouco desagradável. Os taninos se mostraram bastante equilibrados.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 2,2 pontos (de 89,1 a 91,5).

O vinho que ficou em último lugar foi o Montecillo Gran Reserva 1994, produzido por Bodegas Montecillo, na região de Rioja a partir de uvas Tempranillo, com 13% de alcool, foi escolhido o pior vinho por cinco confrades, o segundo melhor para outro e o melhor para um outro confrade.

O segundo melhor vinho do painel foi o Sonsierra 2002, produzido por Bodegas Sonsiera, na região de Rioja a partir de uvas Tempranillo, com 13.5% de alcool, escolhido o melhor vinho por dois confrades e o segundo melhor para outros dois.

O Campeão da noite, foi o Vina Ardanza Reserva Especial 2001, produzido pela Vina Ardanza, na região de Rioja, a partir das uvas Tempranillo (80%) e Garnacha (20%), com 13,5% de alcool, foi escolhido o melhor vinho por três confrades e o segundo melhor para outros três.


Vejam os resultados completos abaixo.

Não se esquecam que no dia 14 de dezembro, na nossa última degustação do ano,  degustaremos Champagne de Pequenos Produtores.. Até lá....

Não percam a próxima degustação.





terça-feira, 24 de outubro de 2017

Vinhos tintos elegantes com menos de 13% de alcool

Na última 5ª feira, dia 19 de outubro, realizamos no Rosmarino mais uma excelente degustação, desta vez de Vinhos tintos elegantes, com menos de 13% de alcool, na sua maioria franceses e apenas um italiano. Tivemos a presença de 7 confrades, entretanto foram degustados 8 vinhos, de safras bastante diversas (2000, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2016), O nosso confrade Paulo foi responsável pelo excepcional menu da noite.

Couvert: Pão italiano, mini-ciabata, pão de queijo, patê de roquefort, manteiga e azeitona.

Entrada: Terrine de franco com dill

Primeiro Prato: Suflê de queijo

Segundo Prato:  Vitela ao forno com cogumelos frescos, veloutée de mandioquinha e presunto de parma crocante

Sobremesa: Entremet de chocolate, Torta de nozes carameladas, Merengue de chocolate belga e avelãs, Carolinas de creme, Ovos nevados, Profiteroles, Terrine de Frutas, Tiramisú, Creme brulée, Pastiera di grano, Bavarese de chocolate e Tarte Tatin

Como de costume o serviço foi excelente e a execução do cardapio excepcional.

A degustação contou com seis vinhos com níveis de alcool variando entre 11,5% e 12,5%.



A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Les Basselles 2014
Produtor: Expert Club
País/Região: França/Saumur
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Cabernet Franc
Confrade: Alessandro

Dolcetto D'Alba 2010
Produtor: Cappellano
País/Região: Italia/Dolcetto D'Alba
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Dolcetto
Confrade: Alessandro

Clos des Cornières 2012
Produtor: Domaine Chapelle et Fils
País/Região: França/Santenay
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Marcio

Chateau Picard Cru Bourgeois 2011
Produtor: Chateau Picard
País/Região: França/Saint-Estephe, Bordeaux
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Corte Bordales
Confrade: João Altman

Beaumont 2009
Produtor: Chaterine&Pierre Breton
País/Região: França/Chinon
Graduação alcoolica: 12%
Uvas: Cabertnet Franc
Confrade: Alberto

Le Colombier "de Chateau Brown" 2000
Produtor: Chateau Brown
País/Região: França/Pessac-Leognan
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Corte Bordales
Confrade: João Luiz

Pinot Noir 2016
Produtor: François Labet
País/Região: França/Ile de Beautê
Graduação alcoolica: 11.5%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Joubert

Irancy 2013
Produtor: Clotilde Davenne
País/Região: França/Irancy
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Paulo

Vinhos degustados

  
Os vinhos apresentaram cor rubi, sendo que alguns já tinham um pequeno halo granada e dois deles um rubi bastante claro. Os aromas  incluiam frutas vermelhas escuras, madeira, chá, palha, caramelo, sendo alguns um pouco alcoólicos no naris. Os taninos se mostraram bastante equilibrados.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 1,5 pontos (de 88,2 a 89,7).

O vinho que ficou em último lugar foi o Chateau Picard Cru Bourgeois 2011, produzido pelo Chateau Picard, na região de Saint-Estephe em Bordeaux, na França, com 12,5% de alcool, escolhido o pior vinho por quatro confrades.

O segundo melhor vinho do painel, foi o Beaumont 2009, produzido no Loire, com a uva Cabernet Franc, por Catherine & Pierre Breton, na sub-região de Chinon, com 12% de alcool, escolhido o melhor vinho por dois confrades e o segundo melhor por outro.

O Campeão da noite, foi o único italiano, da denominação Dolcetto D'Alba 2010, produzido pela Vinivola Cappellano, na região de Alba no Piemonte, com 12.5% de alcool. Este vinho foi escolhido o melhor vinho por tres confrades e o segundo melhor para outro.


Vejam os resultados completos abaixo.


Não se esquecam que no dia 16/Novembro degustaremos vinhos Rioja com mais de 15 anos. Até lá....

Não percam a próxima degustação.


domingo, 22 de outubro de 2017

Fevereiro 2018 - Riesling: Alsácia vs Alemanha

Alsácia:
João Luiz
Joubert
Otávio

Alemanha:
Alessandro
Marcio Guedes
Alberto
Paulo

Março 2018 - Pinot Noir: Chile vs California

Chile:
Alessandro
Alberto
Paulo
Otávio

California:
João Luiz
Marcio Guedes
Altman
Joubert

Julho 2018 - Chardonnay das Americas acima de R$ 150

Argentina - Alessandro
Argentina - Otávio
Chile - Alberto
California - Marcio Guedes
California - João Luiz
Brasil - Paulo

obs: máximo de 2 vinhos por país/região

Agenda 2018

23/Jan(1)     Sauvignon Blanc acima de R$200 (2 por país)
20/Fev(1)     Riesling Alscacia x Alemanha
24/Mar(2)    Pinot Noir - Chile vs California
19/Abr        Brunello di Montalcino com mais de 7 anos
17/Mai        Tintos da Califórnia com mais de 10 anos (até 2008)
21/Jun        Tintos do Languedoc
19/Jul         Chardonnay das Americas acima de R$ 150
16/Ago        Barolo de mais de 10 anos
18/Set(1)     Tintos de Bordeaux, safra 2005
18/Out        Vinhos tintos com mais de 20 anos
13/Nov(1)    Dirigida com Vinhos Tintos Top de 10 anos ou +
13/Dez        Franciacorta (Lombardia)

(1) 3ª feira        (2) Sábado

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Tintos Espanhois da safra 2005

Na última 5ª feira, dia 21 de setembro, realizamos no Varanda mais uma excelente degustação, desta vez de Vinhos espanhois da safra 2005, com a presença de 5 confrades e um convidado. Foram degustados 6 vinhos, todos da safra 2005, sendo quatro da regiao de Rioja e dois de Ribera del Duero, O nosso confrade Otávio foi responsável pelo menu da noite.

Couvert: Pães caseiros diversos, pão de queijo, manteiga, patê, mussarela de búfala, azeitona preta e bresaola

Entrada: Linguiça aperitivo

Prato Principal: Dois cortes de carne bovina “Premium”

Guarnições – Arroz Biro-Biro, Farofa da varanda e Batata frita

Sobremesa: Pudim de Leite, Creme de papaya ou Frutas da estação

A degustação contou com seis vinhos com níveis de alcool variando entre 13,5% e 14,5%.


A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Roda I 2005
Produtor: Bodegas Roda
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 14%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: Alberto

Aallto 2005
Produtor: Bodegas Aalto
País/Região: Espanha/Ribera del Duero
Graduação alcoolica: 14.5%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: Otavio

Vina Ardanza Reserva 2005
Produtor: La Rioja Alta S.A.
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 80% Tempranillo e 20% Garnacha
Confrade: Joubert

Pago de los Capelanes El Nogal 2005
Produtor: Pago de los Capelanes
País/Região: Espanha/Ribera del Duero
Graduação alcoolica: 14%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: Marcio

Fincas de Ganuza Reserva 2005
Produtor: Remires de Ganuza
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 14%
Uvas: 90% Tempranillo+10% Graciano
Confrade: Beto

Muriel Gran Reserva 2005
Produtor: Bodegas Muriel
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: Paulo

Vinhos degustados

  
Apesar da idade (12 anos), os vinhos apresentaram cor rubi, variando do violáceo até outros com um pequeno halo de evolução. Os aromas mais característicos foram frutas vermelhas e frutas pretas, especiarias, alem de caramelo, baunilha e tabaco. Os taninos se mostraram bastante equilibrados.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 1,3 pontos (de 89,6 a 90,9).

O vinho que ficou em último lugar foi o Vina Ardanza Reserva 2005, produzido pela vinicola La rioja Alta S.A., com as uvas Tempranillo e Garnacha na região de Rioja, com 13,5% de alcool, escolhido o pior vinho por dois confrades e o segundo melhor por outro.

O segundo melhor vinho do painel, foi o Fincas de Ganuza Reserva 2005, produzido pela vinícola Remires de Ganuza, com as uvas Tempranillo e Graciano, na região de Rioja, com 14% de alcool, escolhido o melhor vinho por um confrade e o segundo melhor por outro.

O Campeão da noite, foi o Pago de los Capelanes El Nogal 2005, produzido pela vinicola Pago de los Capelanes com uvas Tempranillo provenientes da parcela El Nogal, na região de Ribera del Duero, com 14% de alcool. Este vinho foi esolhido o melhor vinho por tres confrades e o pior vinho por outro.


Vejam os resultados completos abaixo.


Não se esquecam que no dia 19/Outubro degustaremos Vinhos Tintos Elegantes com menos de 13% de alcool. Até lá....

Não percam a próxima degustação.