domingo, 1 de abril de 2018

Pinot Noir: California vs Chile


No sábado, dia 26 de março, realizamos no Rio de Janeiro, no restaurante Charbon Rouge, uma excelente degustação, desta vez de vinhos produzidos com a uva Pinot Noir na California e no Chile, com a presença de 7 confrades. Foram degustados 7 vinhos, de safras variadas, sendo alguns relativamente jovens (2009, 2010, 2012, 2013 e 2014), O nosso confrade Ricardo foi responsável pela organização do evento.

Couvert:              Seleção de pães, Crudités de legumes, Patê de fígado, Manteiga do dia, Fateh de berinjela e Chips de batata

Entradas:             Steak Tartar e Harumaki de Cordeiro

Prato Principal:  French Rack, Bacalhau ao molho de funcho, Steak de Mignon, Magret de Canard ao Molho Oriental, Magret de Canard com Redução de Vinho do Porto,

Sobremesa:         Seleção de Churros Especiais, Cheesecake New York Style de Frutas Vermelhas, Crumble de Maçã com Sorvete, etc...

O serviço foi excelente e a execução do cardapio excepcional.

A degustação contou com sete vinhos com níveis de alcool variando entre 13% e 15.8%.
  
A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Belle Glos - Clark&Telephone Vineyard 2009
Produtor: Belle Gloss
País/Região: USA/Rutherford, CA
Graduação alcoolica: 14.4%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Marcio

PNX, Spotlight Collection 2014
Produtor: Robert Mondavi
País/Região: USA/Carneros, Napa Valley
Graduação alcoolica: 14.5%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Altman

Ma Danseuse 2010
Produtor: Peter Michael
País/Região: USA/Calistoga, CA
Graduação alcoolica: 15.8%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Ricardo

Redtree 2013
Produtor: Redtree Winery
País/Região: USA/California
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Joubert

Casa Marin Litoral 2013
Produtor: Casa Marin
País/Região: Chile/Lo Abarca - San Antonio Valley
Graduação alcoolica: 14%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Paulo

Sequana 2009
Produtor: Sequana Vineyards
País/Região: USA/Santa Rosa, CA
Graduação alcoolica: 13.9%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Calabro

Lloyd by Robert Lloyd 2012
Produtor: Robert Lloyd
País/Região: USA/Santa Rita Hills
Graduação alcoolica: 15.1%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: João Luiz

Vinhos degustados
  
Os vinhos apresentaram cor rubi, sendo que alguns já tinham um halo granada. Os aromas  incluiam frutas vermelhas escuras, framboesa, madeira, salsão, aromas terciarios próprios de vinhos mais evoluídos, o mais jovens tinham um pouco alcoólicos no naris. Os taninos se mostraram bastante equilibrados.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 1,1 pontos (de 88,7 a 89,8).

O vinho que ficou em último lugar foi o Lloyd by Robert Lloyd 2012, produzido por Robert Lloyd, na região de Santa Rita Hills, na California, com 15,1% de alcool, escolhido o pior vinho por um confrade e o segundo melhor por outro.

O segundo melhor vinho do painel, foi o Belle Glos - Clark&Telephone Vineyard 2009, produzido na região de Rutherford, na California, pel vinícola Belle Gloss, com 14,4% de alcool, escolhido o melhor vinho por dois confrades, o segundo melhor por três confrades e o pior por outro.

O Campeão da noite, foi o Sequana 2009, produzido por Sequana Vineyards, na região de Santa Rosa, na California, com 13.9% de alcool. Este vinho foi escolhido o melhor vinho por dois confrades e o segundo melhor por outros quatro.


Vejam os resultados completos abaixo.

 

Não se esquecam que no dia 19de Abril, degustaremos Brunello di Montalcino com mais de 7 anos. Até lá.... Não percam a próxima degustação.



terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Riesling: Alsácia vs Alemanha

Na última 3ª feira, dia 20 de fevereiro, realizamos no Tordesilhas mais uma excelente degustação, desta vez de Vinhos brancos produzidos com a uva Riesling, na Alsácia e na Alemanha, alem de um Italiano e de um austriaco. Tivemos a presença de 8 confrades, entretanto foram degustados 9 vinhos, a maioria de safras relativamente recentes (2007, 2011, 2013, 2014 e 2015), O nosso confrade Alessandro foi responsável pelo excepcional menu da noite.

Acepipes:   - Pastéis de Carne, Queijo e Camarão
                 - Bolinho de Massa pura de Mandioca
                 - Casquinha de Siri

Salada:      Marinada de Abóbora e Folhas Orgânicas ao Molho de Mostarda, Laranja, Coentro Fresco e Gergelim
  
Principal:   Moqueca de Peixe e Camarão à Baiana, com Acaçá (flan de de coco) e Farofa de azeite de dendê

Sobremesa: Cocada de Tabuleiro com Sorvete de Cupuaçu e Calda de Tamarindo

Como de costume o serviço foi excelente e a execução do cardapio excepcional.

A degustação contou com nove vinhos com níveis de alcool variando entre 12% e 13,5%.




A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Felseneck Riesling GG 2007
Produtor: Schafer-Frohlich
País/Região: Alemanha/Nahe
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Riesling
Confrade: Marcio

Riesling Trocken 2013
Produtor: Weingut Robert Weil
País/Região: Alemanha/Rheingau
Graduação alcoolica: 12%
Uvas: Riesling
Confrade: Paulo

Loimer Riesling 2011
Produtor: Weingut Loimer
País/Região: Austria/Kamptal
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Riesling
Confrade: Marcio

Riesling Exception 2013
Produtor: Bestheim
País/Região: France/Alsace
Graduação alcoolica: 12%
Uvas: Riesling
Confrade: João Luis

Riesling Trocken 2013
Produtor: Selbach-Oster
País/Região: Alemanha/Mosel
Graduação alcoolica: 12%
Uvas: Riesling
Confrade: Alessandro

Riesling Grand Cru Schoenenbourg 2011
Produtor: Dopff  au Moulin
País/Região: France/Alsace
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: Riesling
Confrade: Otavio

Clos des Capucins 2014
Produtor: Domaine Weinbach
País/Região: France/Alsace
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: Riesling
Confrade: Altman

Silberlack Riesling Trocken GG 2014
Produtor: Schloss Johannisberger
País/Região: Alemanha/Rheingau
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Riesling
Confrade: Alberto

Montiggl 2015
Produtor: San Michael-Eppan
País/Região: Italia/Sudtirol
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: Riesling
Confrade: Joubert

Vinhos degustados


Os vinhos apresentaram cor amarelo palha, sendo um deles com toum tom dourado. Os aromas  incluiam frutas citricas, maça verde, lichia, petroleo, mineral, pedra de isqueiro, sendo todos muito equilibrados e com boa acides.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 2,2 pontos (de 88,3 a 90,4).

O vinho que ficou em último lugar foi o Clos des Capucins 2014, produzido pelo Domaine Weinbach, na região da Alsácia, na França, com 13,5% de alcool, escolhido o segundo melhor vinho por um confrade e o pior vinho para outros tres confrades.

O segundo melhor vinho do painel, foi o Felseneck Riesling GG 2007, produzido na Alemanha, por Schafer-Frohlich, na sub-região de Nahe, com 13% de alcool, escolhido o melhor vinho por quatro confrades.

O Campeão da noite, foi o Riesling Trocken 2013, Alemão, produzido por Selbach-Oster na região do Mosel, com 12% de alcool. Este vinho foi escolhido o melhor vinho por tres confrades e o segundo melhor por outros tres.


Vejam os resultados completos abaixo.


Não se esquecam que no dia 24 de março degustaremos, no Rio de Janeiro, Pinot Noir - Chile vs California. Até lá....

Não percam a próxima degustação.


segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Sauvignon Blanc acima de 200 reais

Na última 3ª feira, dia 23 de janeiro, realizamos no Rufino’s mais uma excelente degustação, desta vez de Vinhos produzidos com a uva Sauvignon Blanc, em diversos lugares do mundo (França, Estados Unidos, Nova Zelândia, Itália e Chile) e com valor de mercado acima de R$ 200. Tivemos a presença de 8 confrades e foram degustados 8 vinhos, de safras relativamente recentes (2010, 2011, 2012, 2014 e 2015), O nosso confrade Alessandro foi responsável pelo excelente menu da noite.

Couvert: Sardinha Escabeche, Berinjela, Mexilhões, Grão de Bico, Azeitonas com Salsão, Pimentões e Parmesão.

Entrada: Ostras Frescas e Calamares a Dorê

Primeiro Prato: Pescada Cambucu

Sobremesa: Torta de chocolate com morango

O serviço foi excelente e a execução do cardapio excepcional.

A degustação contou com oito vinhos com níveis de alcool variando entre 12,5% e 14,1%.


A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Sancerre Cuvee Silex 2014
Produtor: Fournier Pére et Fils
País/Região: França/Sancerre
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Marcio

Stich Sauvignon Blanc 2012
Produtor: Jackson Estate
País/Região: NZ/Marlborough
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Paulo

Merry Edwards Sauvignon Blanc 2015
Produtor: Meredith Vineyard
País/Região: USA/Russian River / Sonoma
Graduação alcoolica: 14.1%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: João Luiz

Haute Densité - Pouilly Fume 2011
Produtor: Chateau de Tracy
País/Região: França/Tracy sur Loire
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Calabro

Vieris Sauvignon 2010
Produtor: Vie di Romans
País/Região: Italia/Mariano dei Friully
Graduação alcoolica: 14%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Otavio

Sauvignon 2014
Produtor: Fondazione Villa Russiz
País/Região: Italia/Colio / Captiva del Friuly
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Altman

Reserve Sauvignon Blanc 2011
Produtor: Clearview Estate
País/Região: NZ/Hawke's Bay
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Joubert

Sumpai 2014
Produtor: Kalfu/Ventisqueiro
País/Região: Chile/Vale de Huasco
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Alessandro

Vinhos degustados


Os vinhos apresentaram cor amarelo palha claro, sendo que havia ainda tons dourados. Os aromas  eram bem variados, predominando frutas brancas, lichia, pessego, mineral, borracha, querosene, floral, madeira, a maioria bem equilibrado.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 1,7 pontos (de 88 a 89,7).

O vinho que ficou em último lugar foi o Haute Densité - Pouilly Fume 2011, produzido pelo Chateau de Tracy, na região de Tracy sur Loire, na França, com 13,5% de alcool, escolhido o pior vinho por cinco confrades.

O segundo melhor vinho do painel, foi o Reserve Sauvignon Blanc 2011, produzido na região de Hawke's Bay na Nova Zelância, por Clearview Estate, com 13% de alcool, escolhido o melhor vinho por tres confrades e o segundo melhor por outro.

O Campeão da noite foi o Vieris Sauvignon 2010, um italiano do Friully, produzido pela Vinivola Vie de Romans, com 14% de alcool. Este vinho foi escolhido o melhor vinho por dois confrades e o segundo melhor por outros dois.


Vejam os resultados completos abaixo.


Não se esquecam que no dia 20 de Fevereiro degustaremos Riesling Alscacia x Alemanha. Até lá....


Não percam a próxima degustação.



domingo, 17 de dezembro de 2017

Champagnes de Pequenos Produtores

Na última 5ª feira, dia 14 de dezembro, realizamos no Kinoshita mais uma excepcional degustação, desta vez de Champagnes de pequenos produtores, produzidas com as uvas Pinot Noir, Chardonnay, Pinot Meunier, Arbanne, Petit Meslier e Fromenteau. Tivemos a presença de 8 confrades. Foram degustados 8 Champagnes, sendo sete não safradas e apenas uma Millesime 2008. O nosso confrade Altman foi responsável pelo fantástico menu da noite.

Edamami                –   soja verde cozida no vapor
Pétalas de Endivia  –   Cubos de Salmão sobre Endivia ao molho de Cenoura e Massago Black
Maguro Foie Gras    –   Sashimi de Atum com Foie Gras e molho Teriyaki
Hotate Trufa          –   Vieiras Trufadas com Yuzu
Sushis                    –   Peixes Fresco Variados
Buta Misso Yaki      –   Panceta Marinada em Misso
Ebi Tamago Don     –   Tempurá de Camarão, Servido sobre Arroz Especial, ovo Yamaguishi e molho Teriyaki
Anmitsu                 –   Kanten, Frutas Frescas e Sorvete

O serviço foi excelente e a execução do cardapio excepcional.

A degustação contou com oito Champagnes com níveis de alcool variando entre 12% e 12,5%.,

A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Lanson Black Label Brut NS
Produtor: Lanson
País/Região: França/Reims, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 50% Pinot Noir, 35% Chardonnay e 15% Pinot Meunier
Confrade: Joubert

Barnaut Grand Cru Brut NS
Produtor: Barnaut
País/Região: França/Bouzy, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 100% Pinot Noir, Blanc des Noirs
Confrade: Marcio

Bernard Gaucher Brut NS
Produtor: Bernard Gaucher
País/Região: França/Arconville, Champagne
Graduação alcoolica: 12%
Uvas: 90% Pinot Noir / 10% Chardonnay
Confrade: Altman

Louise Brison Brut 2008
Produtor: Earl Brulez
País/Região: França/Noe Les Mallets, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 50 % Pinot Noir e 50 % Chardonnay 
Confrade: Paulo

Cuvee des Caudalies Grand Cru NS
Produtor: De Sousa & Fils
País/Região: França/Avize, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 100% Chardonnay, Blanc des Blancs
Confrade: Calabro

Jean-Pierre Fleury NS
Produtor: Fleury
País/Região: França/Courteron, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 85% Pinot Noir e 15% Chardonnay
Confrade: Otavio

Aubry Extra Brut Premier Cru NS
Produtor: Aubry Fils
País/Região: França/Jouy-les-Reims, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 45% Pinot Meunier, 25% Pinot Noir, 25% Chardonnay e 5% Arbanne, Petit Meslier e Fromenteau
Confrade: João Luiz

Henriot Brut Souverain NS
Produtor: Henriot
País/Região: França/Reims, Champagne
Graduação alcoolica: 12%
Uvas: 50% Chardonnay e 50% Pinot Noir
Confrade: Alessandro

Champagnes degustadas


As champagnes apresentaram tonalidades entre amarelo palha claro e amarelo ouro claro. Os aromas  presentes eram de muito frescor, incluindo maça verde, pera, amendoa, pessego e um toque mineral. Os exemplares se mostraram bastante equilibrados, excelente acidez e boa perlage.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 1,1 pontos (de 88,7 a 89,8).

O vinho que ficou em último lugar foi o Bernard Gaucher Brut NS, produzido por Bernard Gaucher, com as uvas Pinot Noir e Chardonnay, na Vila de Arconville em Champagne, com 12% de alcool, escolhido o pior vinho por tres confrades e o melhor por outro.

O segundo melhor vinho do painel, foi o único safrado, Louise Brison Brut 2008, produzido por Earl Brulez, com as uvas Pinot Noir e Chardonnay, na Vila de  Noe Les Mallets em Champagne, com 12,5% de alcool, escolhido o melhor vinho para um único confrade.

O Campeão da noite, foi o Henriot Brut Souverain NS, produzido por Henriot, com as uvas Pinot Noir e Chardonnay, na Villa de Reims em Champagne, com 12% de alcool. Este vinho foi escolhido o melhor vinho por tres confrades, o segundo melhor por um outro e o pior para outros dois confrades.


Vejam os resultados completos abaixo.
 

Não se esquecam que no dia 23 de Janeiro de 2018 degustaremos Sauvignon Blanc acima de R$200..... Até lá....

Não percam a próxima degustação.