segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Sauvignon Blanc acima de 200 reais

Na última 3ª feira, dia 23 de janeiro, realizamos no Rufino’s mais uma excelente degustação, desta vez de Vinhos produzidos com a uva Sauvignon Blanc, em diversos lugares do mundo (França, Estados Unidos, Nova Zelândia, Itália e Chile) e com valor de mercado acima de R$ 200. Tivemos a presença de 8 confrades e foram degustados 8 vinhos, de safras relativamente recentes (2010, 2011, 2012, 2014 e 2015), O nosso confrade Alessandro foi responsável pelo excelente menu da noite.

Couvert: Sardinha Escabeche, Berinjela, Mexilhões, Grão de Bico, Azeitonas com Salsão, Pimentões e Parmesão.

Entrada: Ostras Frescas e Calamares a Dorê

Primeiro Prato: Pescada Cambucu

Sobremesa: Torta de chocolate com morango

O serviço foi excelente e a execução do cardapio excepcional.

A degustação contou com oito vinhos com níveis de alcool variando entre 12,5% e 14,1%.


A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Sancerre Cuvee Silex 2014
Produtor: Fournier Pére et Fils
País/Região: França/Sancerre
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Marcio

Stich Sauvignon Blanc 2012
Produtor: Jackson Estate
País/Região: NZ/Marlborough
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Paulo

Merry Edwards Sauvignon Blanc 2015
Produtor: Meredith Vineyard
País/Região: USA/Russian River / Sonoma
Graduação alcoolica: 14.1%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: João Luiz

Haute Densité - Pouilly Fume 2011
Produtor: Chateau de Tracy
País/Região: França/Tracy sur Loire
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Calabro

Vieris Sauvignon 2010
Produtor: Vie di Romans
País/Região: Italia/Mariano dei Friully
Graduação alcoolica: 14%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Otavio

Sauvignon 2014
Produtor: Fondazione Villa Russiz
País/Região: Italia/Colio / Captiva del Friuly
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Altman

Reserve Sauvignon Blanc 2011
Produtor: Clearview Estate
País/Região: NZ/Hawke's Bay
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Joubert

Sumpai 2014
Produtor: Kalfu/Ventisqueiro
País/Região: Chile/Vale de Huasco
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: Sauvignon Blanc
Confrade: Alessandro

Vinhos degustados


Os vinhos apresentaram cor amarelo palha claro, sendo que havia ainda tons dourados. Os aromas  eram bem variados, predominando frutas brancas, lichia, pessego, mineral, borracha, querosene, floral, madeira, a maioria bem equilibrado.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 1,7 pontos (de 88 a 89,7).

O vinho que ficou em último lugar foi o Haute Densité - Pouilly Fume 2011, produzido pelo Chateau de Tracy, na região de Tracy sur Loire, na França, com 13,5% de alcool, escolhido o pior vinho por cinco confrades.

O segundo melhor vinho do painel, foi o Reserve Sauvignon Blanc 2011, produzido na região de Hawke's Bay na Nova Zelância, por Clearview Estate, com 13% de alcool, escolhido o melhor vinho por tres confrades e o segundo melhor por outro.

O Campeão da noite foi o Vieris Sauvignon 2010, um italiano do Friully, produzido pela Vinivola Vie de Romans, com 14% de alcool. Este vinho foi escolhido o melhor vinho por dois confrades e o segundo melhor por outros dois.


Vejam os resultados completos abaixo.


Não se esquecam que no dia 20 de Fevereiro degustaremos Riesling Alscacia x Alemanha. Até lá....


Não percam a próxima degustação.



domingo, 17 de dezembro de 2017

Champagnes de Pequenos Produtores

Na última 5ª feira, dia 14 de dezembro, realizamos no Kinoshita mais uma excepcional degustação, desta vez de Champagnes de pequenos produtores, produzidas com as uvas Pinot Noir, Chardonnay, Pinot Meunier, Arbanne, Petit Meslier e Fromenteau. Tivemos a presença de 8 confrades. Foram degustados 8 Champagnes, sendo sete não safradas e apenas uma Millesime 2008. O nosso confrade Altman foi responsável pelo fantástico menu da noite.

Edamami                –   soja verde cozida no vapor
Pétalas de Endivia  –   Cubos de Salmão sobre Endivia ao molho de Cenoura e Massago Black
Maguro Foie Gras    –   Sashimi de Atum com Foie Gras e molho Teriyaki
Hotate Trufa          –   Vieiras Trufadas com Yuzu
Sushis                    –   Peixes Fresco Variados
Buta Misso Yaki      –   Panceta Marinada em Misso
Ebi Tamago Don     –   Tempurá de Camarão, Servido sobre Arroz Especial, ovo Yamaguishi e molho Teriyaki
Anmitsu                 –   Kanten, Frutas Frescas e Sorvete

O serviço foi excelente e a execução do cardapio excepcional.

A degustação contou com oito Champagnes com níveis de alcool variando entre 12% e 12,5%.,

A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Lanson Black Label Brut NS
Produtor: Lanson
País/Região: França/Reims, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 50% Pinot Noir, 35% Chardonnay e 15% Pinot Meunier
Confrade: Joubert

Barnaut Grand Cru Brut NS
Produtor: Barnaut
País/Região: França/Bouzy, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 100% Pinot Noir, Blanc des Noirs
Confrade: Marcio

Bernard Gaucher Brut NS
Produtor: Bernard Gaucher
País/Região: França/Arconville, Champagne
Graduação alcoolica: 12%
Uvas: 90% Pinot Noir / 10% Chardonnay
Confrade: Altman

Louise Brison Brut 2008
Produtor: Earl Brulez
País/Região: França/Noe Les Mallets, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 50 % Pinot Noir e 50 % Chardonnay 
Confrade: Paulo

Cuvee des Caudalies Grand Cru NS
Produtor: De Sousa & Fils
País/Região: França/Avize, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 100% Chardonnay, Blanc des Blancs
Confrade: Calabro

Jean-Pierre Fleury NS
Produtor: Fleury
País/Região: França/Courteron, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 85% Pinot Noir e 15% Chardonnay
Confrade: Otavio

Aubry Extra Brut Premier Cru NS
Produtor: Aubry Fils
País/Região: França/Jouy-les-Reims, Champagne
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: 45% Pinot Meunier, 25% Pinot Noir, 25% Chardonnay e 5% Arbanne, Petit Meslier e Fromenteau
Confrade: João Luiz

Henriot Brut Souverain NS
Produtor: Henriot
País/Região: França/Reims, Champagne
Graduação alcoolica: 12%
Uvas: 50% Chardonnay e 50% Pinot Noir
Confrade: Alessandro

Champagnes degustadas


As champagnes apresentaram tonalidades entre amarelo palha claro e amarelo ouro claro. Os aromas  presentes eram de muito frescor, incluindo maça verde, pera, amendoa, pessego e um toque mineral. Os exemplares se mostraram bastante equilibrados, excelente acidez e boa perlage.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 1,1 pontos (de 88,7 a 89,8).

O vinho que ficou em último lugar foi o Bernard Gaucher Brut NS, produzido por Bernard Gaucher, com as uvas Pinot Noir e Chardonnay, na Vila de Arconville em Champagne, com 12% de alcool, escolhido o pior vinho por tres confrades e o melhor por outro.

O segundo melhor vinho do painel, foi o único safrado, Louise Brison Brut 2008, produzido por Earl Brulez, com as uvas Pinot Noir e Chardonnay, na Vila de  Noe Les Mallets em Champagne, com 12,5% de alcool, escolhido o melhor vinho para um único confrade.

O Campeão da noite, foi o Henriot Brut Souverain NS, produzido por Henriot, com as uvas Pinot Noir e Chardonnay, na Villa de Reims em Champagne, com 12% de alcool. Este vinho foi escolhido o melhor vinho por tres confrades, o segundo melhor por um outro e o pior para outros dois confrades.


Vejam os resultados completos abaixo.
 

Não se esquecam que no dia 23 de Janeiro de 2018 degustaremos Sauvignon Blanc acima de R$200..... Até lá....

Não percam a próxima degustação.




sábado, 18 de novembro de 2017

Rioja acima de 15 anos

Na última 5ª feira, dia 16 de novembro, realizamos no Varanda  mais uma excelente degustação, desta vez de vinhos tintos da região de Rioja, na Espanha, com mais de 15 anos, com a presença de 7 confrades. Foram degustados 7 vinhos, de safras antigas, sendo que quatro deles tinham “apenas”15 anos (1994, 2001 e 2002), O nosso confrade Otávio foi o responsável pelo excelente menu da noite.

Couvert: Pães caseiros diversos, pão de queijo, manteiga, patê, mussarela de búfala, azeitona preta e bresaola

Entrada: Linguiça aperitivo

Prato Principal: Dois cortes de carne bovina “Premium”

Guarnições – Arroz Biro-Biro e Farofa Varanda

Sobremesa: Pudim de Leite, Creme de papaya ou Frutas da estação

A degustação contou com sete vinhos com níveis de alcool variando entre 13% e 13,5%.


A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Sonsierra 2002
Produtor: Bodegas Sonsiera
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: Paulo

Sonsierra 2002
Produtor: Bodegas Sonsiera
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: João Luiz

Tondonia Reserva 2002
Produtor: Vina Tondonia
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: 75% Tempranillo/15% Garnacha/10% Graciano
Confrade: Joubert

Faustino I Gran Reserva 2001
Produtor: Bodegas Faustino
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 86% Tempranillom 5% Mazuelo, 9% Graciano
Confrade: Marcio

Montecillo Gran Reserva 1994
Produtor: Bodegas Montecillo
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: 100% Tempranillo
Confrade: Calabro

Vina Ardanza Reserva Especial 2001
Produtor: Vina Ardanza
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13.5%
Uvas: 80% Tempranillo, 20% Garnacha
Confrade: Alessandro

Tondonia Reserva 2002
Produtor: Vina Tondonia
País/Região: Espanha/Rioja
Graduação alcoolica: 13%
Uvas: 75% Tempranillo/15% Garnacha/10% Graciano
Confrade: Altman

Vinhos degustados


Os vinhos apresentaram cor rubi com um halo granada e apenas um deles um rubi ainda sem muito halo, apesar da idade. Os aromas predominantes foram frutas vermelhas escuras, incluindo cereja e framboesa, madeira, tabaco, café, sendo que apenas um deles apresentou um aroma de muita evolução, já um pouco desagradável. Os taninos se mostraram bastante equilibrados.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 2,2 pontos (de 89,1 a 91,5).

O vinho que ficou em último lugar foi o Montecillo Gran Reserva 1994, produzido por Bodegas Montecillo, na região de Rioja a partir de uvas Tempranillo, com 13% de alcool, foi escolhido o pior vinho por cinco confrades, o segundo melhor para outro e o melhor para um outro confrade.

O segundo melhor vinho do painel foi o Sonsierra 2002, produzido por Bodegas Sonsiera, na região de Rioja a partir de uvas Tempranillo, com 13.5% de alcool, escolhido o melhor vinho por dois confrades e o segundo melhor para outros dois.

O Campeão da noite, foi o Vina Ardanza Reserva Especial 2001, produzido pela Vina Ardanza, na região de Rioja, a partir das uvas Tempranillo (80%) e Garnacha (20%), com 13,5% de alcool, foi escolhido o melhor vinho por três confrades e o segundo melhor para outros três.


Vejam os resultados completos abaixo.

Não se esquecam que no dia 14 de dezembro, na nossa última degustação do ano,  degustaremos Champagne de Pequenos Produtores.. Até lá....

Não percam a próxima degustação.





terça-feira, 24 de outubro de 2017

Vinhos tintos elegantes com menos de 13% de alcool

Na última 5ª feira, dia 19 de outubro, realizamos no Rosmarino mais uma excelente degustação, desta vez de Vinhos tintos elegantes, com menos de 13% de alcool, na sua maioria franceses e apenas um italiano. Tivemos a presença de 7 confrades, entretanto foram degustados 8 vinhos, de safras bastante diversas (2000, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2016), O nosso confrade Paulo foi responsável pelo excepcional menu da noite.

Couvert: Pão italiano, mini-ciabata, pão de queijo, patê de roquefort, manteiga e azeitona.

Entrada: Terrine de franco com dill

Primeiro Prato: Suflê de queijo

Segundo Prato:  Vitela ao forno com cogumelos frescos, veloutée de mandioquinha e presunto de parma crocante

Sobremesa: Entremet de chocolate, Torta de nozes carameladas, Merengue de chocolate belga e avelãs, Carolinas de creme, Ovos nevados, Profiteroles, Terrine de Frutas, Tiramisú, Creme brulée, Pastiera di grano, Bavarese de chocolate e Tarte Tatin

Como de costume o serviço foi excelente e a execução do cardapio excepcional.

A degustação contou com seis vinhos com níveis de alcool variando entre 11,5% e 12,5%.



A seguir uma breve descrição dos vinhos degustados:

Les Basselles 2014
Produtor: Expert Club
País/Região: França/Saumur
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Cabernet Franc
Confrade: Alessandro

Dolcetto D'Alba 2010
Produtor: Cappellano
País/Região: Italia/Dolcetto D'Alba
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Dolcetto
Confrade: Alessandro

Clos des Cornières 2012
Produtor: Domaine Chapelle et Fils
País/Região: França/Santenay
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Marcio

Chateau Picard Cru Bourgeois 2011
Produtor: Chateau Picard
País/Região: França/Saint-Estephe, Bordeaux
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Corte Bordales
Confrade: João Altman

Beaumont 2009
Produtor: Chaterine&Pierre Breton
País/Região: França/Chinon
Graduação alcoolica: 12%
Uvas: Cabertnet Franc
Confrade: Alberto

Le Colombier "de Chateau Brown" 2000
Produtor: Chateau Brown
País/Região: França/Pessac-Leognan
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Corte Bordales
Confrade: João Luiz

Pinot Noir 2016
Produtor: François Labet
País/Região: França/Ile de Beautê
Graduação alcoolica: 11.5%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Joubert

Irancy 2013
Produtor: Clotilde Davenne
País/Região: França/Irancy
Graduação alcoolica: 12.5%
Uvas: Pinot Noir
Confrade: Paulo

Vinhos degustados

  
Os vinhos apresentaram cor rubi, sendo que alguns já tinham um pequeno halo granada e dois deles um rubi bastante claro. Os aromas  incluiam frutas vermelhas escuras, madeira, chá, palha, caramelo, sendo alguns um pouco alcoólicos no naris. Os taninos se mostraram bastante equilibrados.

Nesta degustação, os resultados do nosso painel apresentaram, uma pequena amplitude de notas, sendo na média aparada de 1,5 pontos (de 88,2 a 89,7).

O vinho que ficou em último lugar foi o Chateau Picard Cru Bourgeois 2011, produzido pelo Chateau Picard, na região de Saint-Estephe em Bordeaux, na França, com 12,5% de alcool, escolhido o pior vinho por quatro confrades.

O segundo melhor vinho do painel, foi o Beaumont 2009, produzido no Loire, com a uva Cabernet Franc, por Catherine & Pierre Breton, na sub-região de Chinon, com 12% de alcool, escolhido o melhor vinho por dois confrades e o segundo melhor por outro.

O Campeão da noite, foi o único italiano, da denominação Dolcetto D'Alba 2010, produzido pela Vinivola Cappellano, na região de Alba no Piemonte, com 12.5% de alcool. Este vinho foi escolhido o melhor vinho por tres confrades e o segundo melhor para outro.


Vejam os resultados completos abaixo.


Não se esquecam que no dia 16/Novembro degustaremos vinhos Rioja com mais de 15 anos. Até lá....

Não percam a próxima degustação.